14.7.06


VULNERABILIDADE E RPG
uma parceria da APTATEEN e do TECER O FUTURO

O trabalho com o jogo de RPG surgiu em função de seu uso na EDUCAÇÃO. Cada dia um número maior de educadores estão utilizando este jogo para desenvolver:

Socialização: jogadores conversam entre si e com o mestre, trocando idéias e expondo as ações de seus personagens. Juntos, eles criam uma história. Eles também aprendem que seus atos trazem conseqüências, pois a história muda de acordo com as ações dos personagens.

Cooperação: Para serem bem sucedidos diante dos desafios propostos pelo Mestre na história, os jogadores tem de cooperar entre si. As habilidades de seus personagens são complementares.

Criatividade: Os jogadores desenvolvem sua criatividade ao se imaginar na história e ao decidirem como os seus personagens reagem e resolvem os desafios das histórias. Eles também criam seus personagens, suas histórias de vida e personalidades.

Muitos professores utilizam do RPG para passar conteúdos de História, Matemática, Geografia, Biologia, etc.

Em nosso trabalho o objetivo do RPG é sem dúvida desenvolver habilidades e competências nos jovens, mas para além disso promover uma reflexão sobre o conceito e a vivência da vulnerabilidade.

O jogo é baseado na narrativa do mestre, que é construida em grande parte com base na vulnerabilidade de cada personagem. Cada participante o tempo todo é chamado a compreender os aspectos históricos, sociais, psicológicos, etc de seu personagem para atuar no jogo. E há a possibilidade de ao longo da aventura o personagem aprender e mudar.

A ação lúdica sobre a vulnerabilidade do personagem é uma base importante para que possamos ampliar depois a reflexão sobre a nossa vulnerabilidade. Além disso, o RPG funciona como um espaço protegido de experimentação. Lugar em que você pode testar comportamentos, experimentar ser diferente do que o usual, com consequências claras, rápidas e coerentes, mas dentro do jogo.

* imagem do site Catarinense de RPG

5 comentários:

lobi elfo disse...

parabéns! animal o trabalho! sucesso! o que vcs jogam? d&d?

Victor Amatucci disse...

Jogamos Vampiro A Máscara 3ª Edição

Claudia M Andrade disse...

Olá meu nome é Claudia, sou educadora e tenho alunos que gostam desse jogo. Não conhecia o uso educativo disso, confesso que tinha um certo preconceito até, conheci o blog no educaids e tenho acompanhado o que escrevem (alias puxão de orelha ficaram muito tempo sem atualizar que bom que voltaram), fiquei feliz em saber dessa experiência e espero que coloquem novas informações sobre o andamento. Fiquei com uma dúvida quanto a este aptateen. O Aptateen é parte da Apta que organiza ou educaids ou não?

Anônimo disse...

eichtaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa ó os caras meu

cedoc disse...

O Aptateen é o braço jovem da apta. Acho que o Victor pode explicar melhor a relação entre as duas entidades. Realmente a Aptateen participa da organização do EDUCAIDS junto a APTA.

Valeu pelo puxão de orelha, mas o projeto também teve um tempinho de férias acompanhando as férias escolares.

Logo que terminarmos essa etapa do jogo nos colocaremos mais informações.

um abraço