11.9.06

Relatório sobre a visita à Academia da Polícia Militar

Eu sempre tive o sonho de ser policial, e no dia 5 de setembro tive a oportunidade de conhecer a Academia da Polícia Militar do Barro Branco (APMBB).
Fomos eu e a Ana Teresa. Chegando lá fomos muito bem recebidas por dois policiais bastante simpáticos que nos encaminhou para conhecer o espaço.
O policial Cipriano nos acompanhou, explicando como funcionavam as coisas lá, o que era necessário fazer para estudar lá, o que os estudantes fazem e várias outras coisas.
Para fazer parte da Academia é necessário passar por algumas fases: primeiramente ter no mínimo 1, 60 metros, depois passar nas duas fases da prova da Fuvest, passar no exame físico que é constituído de algumas etapas, por exemplo, subir 3 metros de uma corda sem nó, atravessar uma piscina, fazer abdominal, etc, isso tudo cronometrado. É necessário também passar pelo exame psicológico.
O curso dura quatro anos, sendo que dois anos o aluno deve “morar” lá, podendo sair apenas nos finais de semana para visitar a família, nos outros dois anos não é necessário que o aluno durma na Academia.
Uma vez lá dentro, a cada três meses os alunos devem fazer uma prova sobre os conhecimentos obtidos nesse período, ninguém pode reprovar em nenhuma prova, se isso acontecer o aluno terá mais duas chances para se recuperar, mas se ele não conseguir, ele deve sair da Academia, e se quiser entrar novamente deve passar por todas as etapas outra vez. As disciplinas são bastante rigorosas, os alunos devem acordar às 6 horas da manhã, estudar e treinar na parte da manhã e da tarde e todos devem estar em seus quartos às 22:00, se não estiver terão que explicar porque estavam fora do quarto.
Eu adorei a visita, o espaço é muito grande, bonito, bem organizado. Esse ano não abriu vaga para o quadro feminino, mas eu espero que no próximo ano eu e todas as mulheres tenhamos oportunidade de tentar.

Mayara Mota

2 comentários:

rick disse...

eu tammmmmmmmmmmmbemmmmmmmmmm quero! mas naum dou conta naum... achuu

RIta de Cássia disse...

Linda experiência! Espero que você ajude a reformar nossa polícia!