31.10.06

Passeio a bienal de artes

O passeio a bienal, de artes que o ocorreu no dia 28/10/06 não, foi
o que os jovens acharam. Eles falaram que a
bienal era legal, mas não foi nada disso o que aconteceu. Porque a bienal foi chata e desgastante. Porque a monitora não explicava direito nós conhecemos as obras mais chatas.

Um fato que eu achei bastante chato foi o das pessoas que estavam com bolsas não poderem entrar, mas outras pessoas que não estavam no grupo os seguranças deixaram entrar com bolsas.
Nós queríamos voltar lá pra ta conhecendo outras obras.

4 comentários:

Yili disse...

Queridos,

interessante saber de vocês se o que foi chata foi a monitoria ou a Bienal. Acredito que o tempo foi muito curto mesmo e que tudo foi bem corrido.

Imagino que possamos fazer uma segunda visita tentando "concertar" o que tenha sido "chato" para vocês. Talves fazendo um caminho mais "nosso" pela Bienal.

Sinto muito mesmo que tenham ficado tão incomodados com a historia das bolsas, quero que saibam que eu e a Thais fizemos uma ocorrência formal e que assim que tenhamos uma posição encaminahremos a vocês.

Particularmente queria saber mais acerca do que outras pessoas acharam. Será que não foi possivel aprender nada na visita? Será que as questões que a monitora propunham não tinham um sentido? Alguma coisa marcou positivamente?

Me contem e vamos fazer uma segunda visita. Eu topo!

Beijos,

Yi

Camila Frigatto disse...

Não foi tanto assim,eu particularmente gostei muito, claro que nao foi nada agradavel ter que deixar as bolsas mas teve todo um aproveitamento pena que nem todos concorda.

Rafael Neves disse...

A visita a Bienal teve pontos positivos e negativos, teve várias obras legais, porém havia algumas que não eram muito interessante, mas acho que a visita a Bienal valeu a pena.
Não fica triste não tá yili. Rsrs.

Taís Cristina disse...

Em minha opinião, não foi tão chato assim. É claro que foi constragedor o episódio das bolsas, porém a visita teve seus lados positivos. Outra coisa foi passarmos muito temponas obras das quais já tinhamos estudado, seria melhor termos visto novas obras.
Mesmo assim, valeu a visita!